O Acadêmico José Rodrigues Coura faleceu em 2 de abril de 2021. Era Pesquisador Titular Emérito da Fiocruz, Professor Emérito da UFRJ e da Faculdade de Medicina de Campos, e Professor Honoris Causa das Universidades Federais da Paraíba, Ceará e Piauí.

Formou-se em medicina em 1957 pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), fez especialização em clínica médica e doenças infecciosas e parasitárias na Universidade de Londres em 1963/1964, livre docência e doutorado em doenças infecciosas e parasitárias na UFRJ em 1965, e pós-doutorado no NIH nos Estados Unidos em 1985/1986.

Ingressou como instrutor de ensino na Faculdade de Medicina da UFRJ em 1960, na disciplina de doenças infecciosas e parasitárias, onde exerceu em sequência os cargos de professor assistente, professor adjunto e professor titular, chefe do departamento de medicina preventiva, aposentando-se voluntariamente em 1996. Foi professor titular por concurso de doenças infecciosas e parasitárias e chefe do Departamento de Medicina Preventiva da UFF de 1966 a 1970.

Foi chefe do Laboratório de Doenças Parasitárias do Instituto Oswaldo Cruz /Fiocruz. Foi professor de medicina social e preventiva da Faculdade de Medicina de Campos, no estado do Rio de Janeiro, de 1968 a 1970, obtendo o título de Professor Honoris Causa dessa Faculdade em 1998. Em 2012 foi homenageado com o nome no “Centro de Saúde Escola Custodópolis José Rodrigues Coura”, por ter instalado nesse bairro, em 1968, o trabalho de campo para os alunos da disciplina de medicina social e preventiva daquela faculdade.

Publicou de 1961 a 2020, 279 trabalhos em revistas nacionais e internacionais, com uma média de 4,8 trabalhos/ano e centenas de resumos de trabalhos apresentados em congressos e reuniões científicas. Publicou ainda nove livros e 57 capítulos em livros de sua especialidade, um dos quais intitulado Dinâmica das Doenças Infeciosas e Parasitárias recebeu o Prêmio Jabuti 2006, da Câmara Brasileira do Livro. Organizou e coordenou dois cursos de pós-graduação Stricto sensu, respectivamente em Doenças Infecciosas e Parasitárias na UFRJ em 1970 (o primeiro curso de pós-graduação da área médica do Brasil, credenciado pelo Sistema Capes/CNPq com conceito A) e em Medicina Tropical no Instituto Oswaldo Cruz/ Fiocruz em 1980, também com o mais alto conceito, onde formou mais de 200 mestres e doutores e orientou mais de 40 teses de mestrado ou doutorado, povoando o Brasil de Norte a Sul e de Leste a Oeste com líderes de ensino e pesquisa.

Foi vice-presidente de Pesquisa da Fiocruz de 1979 a 2005 e diretor do Instituto Oswaldo Cruz em dois mandatos (1979-1985 e 1997-2001). Editor da Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical durante 12 anos e das Memórias do Instituto Oswaldo Cruz, durante dez anos. Organizou e presidiu numerosos congressos, reuniões científicas e mesas-redondas nacionais e internacionais ao longa de sua vida científica. Em 2013 foi agraciado com o Prêmio Conrado Wessel de personalidade da Medicina deste ano e em 2014 com a Comenda Sérgio Arouca do Conselho Federal de Medicina.

Coura foi membro fundador da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (1962) da qual foi presidente de 1973 a 1975. É membro da Ordem do Mérito Científico da Presidência da República do Brasil, como Comendador em 2002 e promovido a Grã Cruz em 2008. É membro titular da Academia Nacional de Medicina (ANM), da Academia Brasileira de Ciências (ABC. Foi pesquisador 1A do CNPq.

A ABC lamenta a perda de tão grande nome da ciência brasileira e cumprimenta a família.